Trindade realizou a II Audiência Pública em Defesa da Mulher

A Prefeitura de Trindade, por meio da Secretaria de Ação Social e coordenadoria da mulher, realizou nessa terça-feira (16), a II Audiência Pública em Defesa da Mulher, no Auditório Prof. Maria Riva de Araripe Andrade. 

A ação contou com a presença do prefeito Dr. Everton Costa, da delegada e palestrante Dra. Katiane Muniz, da Coordenadora Regional Sertão do Araripe da Secretaria da Mulher do Governo do Estado, Lurisvania; do sub. Comandante da 9ª Companhia de Polícia Militar, Capitão Moura; dos secretários: Mana Miranda (Ação Social); Dra. Conceição Barros (Saúde); Tequinha (Agricultura), Divaldo Barros (Educação), Deusilá Miranda (Governo); Jacleilza (Meio Ambiente); Marcos Pereira (Indústria e Comércio); Charles Gerlanne (Administração), vereadores Derisvan Alves, Júnior Sena, Polliana Sá, e demais membros de instituições e sociedade. 


De acordo com a coordenadora regional, essa construção iniciou com uma reunião em conjunto com a 9ª Companhia Militar de Pernambuco em Araripina, diante do número apresentado de violência doméstica em março deste ano, devido isso, ocorreu a iniciativa de unir os poderes públicos para dar apoio a essas mulheres que são vítimas deste tema que se tornou na atualidade um dos assuntos mais comentados em busca de soluções e da diminuição de casos no sertão do Araripe, em Trindade e demais cidades. 


Fala da Coordenadora Regional Lurisvania


Para o comandante da 9ª Companhia da PM, o número vem crescendo de mulheres que estão tendo coragem de denunciar as violências contra elas. Sendo essas uma das ocorrências mais atendidas pela Polícia Militar aqui na região do Araripe. “Com essa audiência ouvimos sugestões de ações para que possam ser lançadas em defesa do público feminino por parte de todos os órgãos competentes do Estado e Municípios”, pontuou Capitão Moura. 


Fala do Capitão Moura



O prefeito Dr. Everton falou da atenção do município as mulheres vítimas de violência. “Nossa gestão tem sido presente na vida de muitas mulheres que pedem ajuda e não tem medo ou vergonha de pedir socorro, denunciando. Para se ter uma ideia temos uma Coordenadoria da Mulher muito atuante, a qual dispõem de uma sede equipada, e agora graças as parcerias com o Governo do Estado, o FEM lll contempla um veículo para melhorar ainda mais os trabalhos da equipe. Quero parabenizar a Secretaria de Ação Social e união as demais Secretarias pela sensibilidade em que tratam esse tema em defesa da proteção das mulheres vítimas de violência doméstica”, frisou o chefe do executivo Dr Everton Costa.







0 Comentários